FONTES EM DASHBOARDS NO EXCEL

Guia Prático

FONTES EM DASHBOARDS NO EXCEL

Você está montando seu Dashboard no Excel. Usou as cores mais importantes, tem certeza de que seu Dashboard está mais para ‘eye candy’ do que para ‘junk chart’.. Mas falta uma coisinha: que fonte vai usar.

Obviamente que você já superou a fase do Comic Sans (ainda que veja por aí um monte de tranqueiras dashboards que usam isso – deve ser para ficar ‘impactante / top’), então esse guia rápido será extremamente útil para você.

OS 2 TIPOS BÁSICOS DE FONTES

Podemos categorizar as fontes em 2 famílias: serifadas e não serifadas.

FONTES SERIFADAS

As serifadas, como diz o nome, possuem serifas, que nada são do que um contorno mínimo ao final de cada letra. Veja alguns exemplos:

fontes em dashboards no excel

fonte da imagem: https://br.pinterest.com/cmealo17/typography/

Esta imagem mostra as serifas de uma fonte deste tipo:

fontes em dashboards no excel

fonte: https://www.digitaldownloads.io/

 

FONTES NÃO SERIFADAS

Estas fontes não possuem a serifa, e por isso são mais retas. Veja alguns exemplos:

fontes em dashboards no excel

fonte: https://br.pinterest.com/cmealo17/typography/

QUAL O MELHOR TIPO DE FONTE?

A regra geral é de que para materiais impressos devamos usar as fontes serifadas, e para leitura em telas (monitores, celulares, etc), devamos usar as não serifadas.

As fontes serifadas permitem que as letras em uma palavra sejam vistas como uma única coisa, ao invés de nosso cérebro perceber as letras como separadas. Além disso as serifas permitem a distinção de cada letra.

Elas não devem ser usadas em tela por conta da resolução. Materiais impressos possuem resoluções muitíssimas vezes maior do que a melhor tela e por isso, ao serem vistas em telas, elas podem ficar desfocadas e/ou com dificuldade de leitura.

As fontes sem serifa possuem um formato mais simples, e por isso mesmo em tamanhos pequenos ela consegue ser lida.

Então, se seu Dashboard for apresentado em tela, use fontes sem serifa; se for impresso, use fontes com serifa.

Porém, como uma das regras de uso de fontes pede que elas sejam complementares, é bastante comum usarmos uma serifada com uma não serifada.

Neste caso, podemos usar a seguinte regra:

  • maiores tamanhos: serifadas,
  • menores tamanhos: sem serifa.

COMO COMBINAR FONTES EM DASHBOARDS NO EXCEL?

Outro ponto importante quando decidirmos escolher as fontes para nosso Dashboard refere-se à combinação de fontes. Não dá para simplesmente você escolher 3/4 fontes diferentes e começar a usá-las.

Combinar fontes é como combinar cores: se combinar errado, ninguém conseguirá compreender a informação.

Você nunca deveria usar mais do que 2 (DUAS, DU-AS, D-U-A-S) fontes diferentes em seu Dashboard. Se precisar destacar algo, use sublinhado, negrito. Mas não outra fonte.

Essas duas fontes precisam ser complementares, o que não significa que sejam completamente diferentes.sem serem parecidas a ponto de dar a impressão de que houve um erro e nem tão diferentes a ponto da diferença ser mais chamativa do que a informação que elas apresentam.

Uma forma é combinarmos fontes serifadas com não serifadas. Temos alguns sites em que podemos, a partir de uma fonte, escolher a mais compatível com ela (aqui, aqui, aqui, só para citar dois deles).

Em termos de Excel, obviamente não temos tantas opções assim de fontes, então prefiro usar fontes da mesa família. Família de fonte é aquela em que temos várias opções usando o mesmo nome. Veja dois exemplos:

Note que temos a família SEGOE e dentro dela várias opções. O mesmo para a Franklin Gothic. Então, podemos escolher duas opções dentro da família e aplicarmos em nosso Dashboard.

A Microsoft tem uma página em que mostra as famílias das fontes disponíveis no windows, o que pode facilitar na escolha das fontes de uma mesma família (nem todas as fontes possuem família): https://www.microsoft.com/typography/fonts/family.aspx

FONTES DO GOOGLE

OBSERVAÇÕES:

1 – VOCÊ SOMENTE CONSEGUIRÁ INSTALAR AS FONTES COM PERFIL DE ADMINISTRADOR DO COMPUTADOR
2 -A FONTE INSTALADA PE EXCLUSIVA DO COMPUTADOR EM QUE ISTO FOI FEITO. SE ENVIAR O ARQUIVO PARA OUTRA PESSOA QUE NÃO TENHA ESTA FONTE O EXCEL IRÁ CONVERTER PARA A FONTE QUE JULGAR MAIS SIMILAR

Se você nunca viu a página de fontes do Google, vá. São mais de 500 tipos diferentes de fontes, e dificilmente um site não usa algumas dessas.

Além de populares, elas são em elegantes e bonitas, e dão de 10 a 0 nas fontes padrão do Excel. Veja alguns exemplos:

Porém, é possível importar pra o Excel essas fontes. Para tanto, vamos escolher uma delas.No nosso exemplo, será a Josefin Sans (o sans significa que é uma fonte sem serifa).

Clique sobre o nome dela, para ir para a página de explicações.

Na tela que surgir, role um pouco para baixo, porque já teremos a sugestão de uma fonte que combine com a selecionada:

Vamos aceitar a sugestão da fonte Open Sans (a Josefin seria usada para títulos e a Open Sans para o resto). Agora, clique sobre o sinal de “+” ao lado da Open Sans e na parte superior da página no “+” para adicionar a Josefin:

Na parte inferior aparecerá a informação de que duas fontes foram selecionadas. Abra a janela e clique no botão para fazer o download:

Você terá agora um arquivo zipado com as duas fontes selecionadas. Descompacte-o em algum diretório para que os arquivos das fontes apareçam:

Ele mostrará todas as fontes daquela família. Você pode instalar as que desejar. No nosso caso, instalaremos a Regular (idem para a Open Sans).

Para isto, clique sobre a fonte com o botão direito do mouse e clique em Instalar:

fontes em dashboards no excel -9

Faça isto para cada fonte.

Abra o Excel e as fontes já estarão instaladas:

fontes em dashboards no excel

fontes em dashboards no excel

Essas fontes estarão disponíveis em todos os aplicativos deste computador (incluindo word / powerpoint / etc).

Lembre-se apenas de que somente quem tiver a fonte a verá quando abrir o arquivo.

OUTROS ARTIGOS DE INTERESSE

Valores Nulos em Gráficos: como lidar

VALORES NULOS EM GRÁFICOS Se você constrói gráficos de linha talvez já tenha se deparado com pontos de dados onde os valores são nulos. O Excel oferece algumas opções para lidarmos com isso, mas precisamos nos lembrar (SEMPRE!) de que o Excel é apenas uma ferramenta,...

ler mais
Comentários
Fabio Vianna
Siga-Me

Fabio Vianna

Modela planilhas deste 1994 e ministra treinamentos desde 1997.
Especialista em Modelagem Profissional de Planilhas, incluindo Dashboards no Excel.
Fabio Vianna
Siga-Me

Últimos posts por Fabio Vianna (exibir todos)

Receba nossa Agenda

Cadastre-se para receber nossa agenda de treinamentos.

Obrigado :)