principios de gestalt aplicados a dashboards no excel

Gestalt Em Dashboards – Parte 4 – Fechamento

Este conceito diz que tudo o que vemos fechado por alguma representação é vista como uma coisa só.

De todos os princípios, este é um dos mais ‘poderosos’ e se sobrepõe aos demais.

E infelizmente o desconhecimento deste princípio muitas vezes faz com que nossos Dashboards sejam difíceis de serem compreendidos.

Vejam o exemplo abaixo:

Capturar-300x249

 

Veja a tabela, cheio de bordas. Ao invés de permitir que o leitor leia a informação como uma coisa única, separamos cada parte da tabela em seu fechamento.

Então ele lê ‘cerveja’, depois ‘10,5’. Como cada um está em seu próprio ‘fechamento’, acabamos por dificultar a leitura da informação completa.

A mesma coisa com o gráfico. Ao invés de se aproveitar do princípio de proximidade e deixar a mensagem próxima do gráfico de forma ao leitor ler uma coisa só, cercamos o gráfico com uma borda e deixamos a mensagem órfã.

Capturar1

Note que, no pedaço do Dashboard acima, basta deixarmos as informações próximas para que as vejamos integradas, sem a necessidade de forçarmos bordas e fechamentos absolutamente desnecessários.

Lembrando de que, em design (e de informação também): “MENOS É MAIS”.

Param de usar o Excel como fim. Ele é apenas o meio para você apresentar seus Dashboards de forma decente.

(em nosso curso de Dashboards – ao contrário dos outros que sequer sabem o que é Gestalt – mostramos esses princípios e você constrói no curso um Dashboard 100% correto).

Comentários
Fabio Vianna
Siga-Me

Fabio Vianna

Modela planilhas deste 1994 e ministra treinamentos desde 1997.
Especialista em Modelagem Profissional de Planilhas, incluindo Dashboards no Excel.
Fabio Vianna
Siga-Me

Últimos posts por Fabio Vianna (exibir todos)

Receba nossa Agenda

Cadastre-se para receber nossa agenda de treinamentos.

Obrigado :)