10 dicas para escolher um curso de excel

Escolhendo Um Curso de Excel

Em um mercado em que a competitividade é uma realidade inquestionável, a qualificação permanente é a nossa arma de sobrevivência. Em tempos de crise como a que vivemos, a luz vermelha é acesa pelos diretores de empresa e mirada em sua cabeça. Só a produtividade pode lhe salvar.

Se sua intenção é fazer cursos com foco no Excel para melhorar a produtividade de suas planilhas, parabéns! Mas, ao mesmo tempo, cuidado! Existe uma infinidade de cursos no mercado ensinados por consultores competentes, que dedicam suas vidas a estudar as planilhas e suas potencialidades. Mas também existem bombas, cursos copiados de outras empresas e apresentados por ‘planilheiros’ sem experiência no mercado. Afinal, hoje em dia, para muita gente, ter um computador é ter uma escola de Excel.

Para não cair em armadilhas, enumeramos dez dicas para você, que quer procurar um curso seguro e adequado às suas necessidades.

1) Qual o seu nível?

Existem vários tipos de treinamento: básico, intermediário, avançado. Muitas vezes, o aluno acha que sabe muito e já ‘pula’ para o avançado. Durante o treinamento, vem a decepção: ele não consegue acompanhar o rendimento dos colegas de classe. Dinheiro e tempo quase jogados fora. Portanto, a consciência de suas potencialidades e limitações é a primeira dica. Antes de fazer a inscrição, converse com o consultor ou com a empresa que está oferecendo o curso de Excel.

2) Um curso de Excel genérico ou focado?

Curso de Excel Essencial, Automação de Planilhas e Excel Avançado são exemplos de cursos de Excel genéricos, ou ‘populares’, digamos assim. Traduzem o Excel para seu nível de conhecimento e lhe dão condições de manejar uma planilha com segurança, mas não focam em determinada atividade. Se você é um profissional que precisa apresentar relatórios em Excel, então deve procurar um treinamento focado no que precisa (no caso, um de Dashboards, que existe no mercado). Um curso genérico não vai lhe ajudar muito.

3) Quem é o professor?

Se você deseja um curso de Excel que resolva o seu problema, pesquise sobre a empresa que o oferece e, de preferência, sobre o consultor que vai ministrá-lo. Pesquise no site da empresa (se tiver), analise o site (alguns trazem erros de Português que denunciam sua qualidade), digite o nome do consultor no Google e procure seu histórico. Ele escreve para algum site? Tem coluna em alguma revista? É um estudioso do Excel ou um mero ‘planilheiro’ que acumulou alguma informação e se achou apto a oferecer um curso?

4) Temário: original ou a cópia?

Cada tipo de curso de Excel possui um temário, que traz os tópicos a serem estudados. Em geral, eles são parecidos por um detalhe simples: ‘planilheiros’ costumam copiar os temários das empresas mais sérias e adaptá-los às suas realidades. Ainda assim, dá para notar diferenças e, em alguns casos, até saber quem foi que copiou de quem. Aí a escolha é sua entre ficar com o original ou a cópia.

5) Custo-benefício

Se você quiser um curso de Excel Avançado, por exemplo, faça uma pesquisa pelas empresas que o oferecem. Coloque na balança o preço, a localização e o profissional que vai ministrar o treinamento. O barato pode sair caro se você optar pelo famoso ‘planilheiro’, aquele sujeito que vai lhe passar umas fórmulas e agradecer a sua atenção. Porque se você tiver uma dúvida, esqueça: os maus profissionais não estão preparados para instruí-lo de acordo com seu perfil e sua função no mundo corporativo. Eles não atuam como consultores e por isso vivem no mundo dos tutoriais de Internet. Seria como um médico aprender medicina somente lendo os livros.

6) Infraestrutura

Parece incrível, mas algumas empresas oferecem treinamentos sem material adequado. Você entra na sala e vê que sua coluna vai reclamar de cadeiras que não servem para suporta uma pessoa por 8 horas. Ou cadeiras que ficam ‘caindo’ o tempo todo.

Teclados de computador mais sujo do que banco de praça, datashow que só funciona no escuro absoluto. Dá para perceber que o investimento naquela sala foi absorvido há uns 5 anos…

7) Material

Naturalmente que nenhuma empresa vai lhe fornecer, antecipadamente, a apostila do curso. Mas é interessante você ter certeza do que algo vai ser distribuído durante o treinamento. Apostila em papel e download de exemplos extras são o que consideramos um material mínimo. Não só para que o treinamento seja adequado, mas para que o aluno tenha em mãos exemplos que possam ser usados como parâmetro no futuro.

8) Dúvidas

Treinamentos são situações simuladas, mas é exatamente no dia-a-dia que você percebe as dificuldades na prática. Portanto, se surgir uma dúvida sobre o curso de Excel que você fez uma semana depois de tê-lo feito, com quem você irá falar? Pior: e se a dúvida surgir em uma situação que você só vivenciou um mês após o curso? Algumas empresas estabelecem um canal permanente com o aluno após o treinamento, com canais de contato específico para dúvidas. Importante: sem prazo definido. Outras empresas lhe dão um prazo para ter dúvida: 10, 20, 30 dias. Depois disso, você fica proibido de ter dúvida. Certifique-se disso antes de fazer a inscrição.

9) Relacionamento pós-curso

Poder tirar dúvidas sobre o curso nos dias, semanas ou meses seguintes é fundamental. Mas e se você quiser mais informação sobre planilhas em geral? Verifique como será o seu relacionamento com a empresa após o curso. Algumas têm site com dicas permanentes, tutoriais e informações complementares gratuitas, uma fonte onde você poderá beber sempre que quiser. Outras inclusive enviam boletins periodicamente compartilhando informação a quem fez um curso. E para sempre, sem precisar pagar nada.

10) Social

Você é funcionário de uma ONG ou entidade filantrópica e utiliza bastante o Excel? Antes de fazer a inscrição em um treinamento, pesquise bastante, pois há empresas que dão descontos ou bolsas integrais para colaboradores de instituições sem fins lucrativos. E com o mesmo material e tratamento disponibilizado a quem paga. De qualquer forma, mesmo se encontrar a empresa que dá o desconto ou a bolsa, baseie-se nos nove tópicos acima para fazer valer seus direitos. O fato de ter desconto ou ser de graça não deve influir na qualidade do atendimento.

Comentários
Fabio Vianna
Siga-Me

Fabio Vianna

Modela planilhas deste 1994 e ministra treinamentos desde 1997.
Especialista em Modelagem Profissional de Planilhas, incluindo Dashboards no Excel.
Fabio Vianna
Siga-Me

Últimos posts por Fabio Vianna (exibir todos)

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE