SEIS PERGUNTAS A FAZER ANTES DE SE CRIAR UM DASHBOARD

Sem elas, sem Dashboard

SEIS PERGUNTAS A FAZER ANTES DE SE CRIAR UM DASHBOARD

Você ou seu gestor pediu para criar um Dashboard. Provavelmente no Excel ou no PowerBI. Este artigo mostrará as 6 perguntas que você deve fazer ANTES de criar um Dashboard – independente de onde ele será feito.

Se você ainda não certeza do que seja um Dashboard, recomendo a leitura deste artigo antes.

Vamos a elas

PERGUNTA 1 – QUE TIPO DE DECISÃO (ÕES) SERÁ (ÃO) TOMADA (S)

Um Dashboard serve para 2 tipos de análise:

A análise exploratória

Em uma análise exploratória, como o próprio nome diz, permitirá aos próprios gestores filtrarem e segmentarem dados e a entrarem nos detalhes (drill-down).

Este tipo de Dashboard é mais flexível, já que será explorado pelos seus leitores e portanto deve permitir o acesso completo aos dados a serem analisados.

A análise explanatória

Neste caso, os dados já foram previamente analisados / explorados, e o objetivo do Dashboard será o de apresentar informações que ajudem os gestores a tomarem decisão. Significa que alguém já fez a análise exploratória, identificou padrões / tendências relevantes e as está apresentando em um painel já consolidado.

Neste caso, as visualizações devem ser bastante objetivas e focadas exatamente na informação que deve ser transmitida, sem nenhum tipo de floreio – isto é, deverá ser eye-candy.

Pergunta a ser feita antes de criar um Dashboard: “O Dashboard será usado para análise explanatória ou exploratória?”

PERGUNTA 2 – QUAL O FOCO DO DASHBOARD ?

Quando você for criar um Dashboard, ele poderá ter 2 focos diferentes:

Específico

Ele será específico se for apresentar dados mais focados, como em um projeto, um produto / unidade de negócio.

Amplo

O tipo amplo permite uma visão mais geral das informações. Poderia ser um dashboard geral de desempenho de uma empresa (o específico deste poderia ser o de uma unidade de negócio da empresa).

Pergunta a ser feita antes de criar um Dashboard: “O Dashboard será amplo ou específico?”

PERGUNTA 3 – ELE SERÁ RETROSPECTIVO OU COM DADOS ATUAIS?

Retrospectivo

Se for retrospectivo você ira “olhar pelo retrovisor”, isto é, analisará o que já aconteceu para que possa tomar decisões futuras a partir do que aconteceu no passado.

Dados atuais

Neste caso teremos um Dashboard real-time. Neste você terá condições de perceber problemas no momento em que estiverem acontecendo.

Pergunta a ser feita antes de criar um Dashboard: “Ele será real-time ou com dados retrospectivos?”

PERGUNTA 4 – QUAL O NÍVEL DE DETALHE DO DASHBOARD?

Detalhado (granular)

Neste caso o usuário do Dashboard irá navegar até o registro e por isso o Dashboard deverá ser capaz de acessar um grande volume de dados.

Sumarizado

Em um Dashboard sumarizado o usuário já terá os dados mais consolidados, ou porque será a necessidade dele, o porque ele não tem Familiaridade com os dados em um nível de detalhe muito grande.

Esta pergunta se diferencia da primeira já que na primeira definimos se o usuário vai ou não poder fazer filtragens e detalhar os dados e nesta pergunta definiremos o quanto ele poderá ir naqueles detalhes. E mesmo se ele não fizer filtragens e detalhamento pode ser que ele já receba os dados granulares sem a possibilidade de fazer filtros e demais detalhamentos.

Então no caso da 1ª e desta pergunta, nós teríamos as seguintes combinações:

  1. Análise Exploratória & Detalhado
  2. Análise Exploratória & Sumarizado
  3. Análise Explanatória & Detalhado
  4. Análise Explanatória & Sumarizado

A primeira combinação seria a de maior flexibilidade para o usuário e a 4ª a de menor flexibilidade

Pergunta a ser feita antes de criar um Dashboard: “Até que nível de detalhe ele irá?”

PERGUNTA 5 – QUAL O NÍVEL DE SEGMENTAÇÃO DOS DADOS

Segmentação Fixa

O usuário não vai filtrar quase nada; as informações já estarão lá para ele consumir imediatamente

Segmentação Customizada

O usuário é quem vai decidir o nível de segmentação desejado para aquelas informações.

Esta pergunta é parecida com a 2ª, mas na verdade ele a complementa. Na 2ª pergunta definimos o nível de profundidade do que será visto pelo usuário e nesta, a partir daquele nível de profundidade, ele será capaz de segmentar a informação ou não?

Usando o exemplo da pergunta 2, se o usuário for olhar o relatório especifico de uma unidade de negócio ele poderá, dependendo desta pergunta 5, poder segmentar os dados da unidade de negócio ou se ele verá exatamente aqueles dados, sem poder vê-los a partir de outros ângulos.

Pergunta a ser feita antes de criar um Dashboard: “Os dados serão segmentados?”

PERGUNTA 6 – QUAL O NÍVEL DO USUÁRIO?

O usuário é novo

Se ele for novo, precisará de um Dashboard com títulos mais amigáveis e explicados; eventuais KPI deverão ser explicados. Se visualizações especificas foram utilizadas ele deverá ser ensinado a lê-las antecipadamente.

O usuário é familiar

Se for familiar o Dashboard poderá ser mais direto, sem a necessidade de se explicar o que as informações são, pois ele já terá conhecimento do que elas significam, cabendo a ele apenas a tomada de decisão a partir daquelas visualizações.

Pergunta a ser feita antes de criar um Dashboard: “O usuário é noviço ou experiente?”

Licença Creative Commons

OUTROS ARTIGOS DE INTERESSE

Limpeza de Dados no Excel – PARTE 1

LIMPEZA DE DADOS NO EXCEL - IMPORTANDO, EXCLUINDO E PROMOVENDO LINHAS Nesta primeira parte da sequência vamos apresentar a ferramenta de PowerQuery (ou Obter e Transformar dados no Excel 2016). No Excel 2010 e 2013 você precisará instalá-lo. Siga as instruções que...

ler mais

Como criar gráfico no Word

COMO CRIAR GRÁFICO NO WORD   Estava esses dias escrevendo uma apostila no Word quando me deparei com uma opção que até então eu não tinha notado, que é a de criar gráfico no word da mesma forma como fazemos no Excel. Há muitos anos precisei criar gráfico no word e...

ler mais
Fabio Vianna
Siga-Me

Fabio Vianna

Modela planilhas deste 1994 e ministra treinamentos desde 1997.
Especialista em Modelagem Profissional de Planilhas, incluindo Dashboards no Excel.
Fabio Vianna
Siga-Me